Kavanaugh confirmado para juiz do Supremo Tribunal

Brett Kavanaugh, apesar de investigado pelo FBI, acabou por ser confirmado para o Supremo Tribunal dos EUA. Um triunfo de Trump

FONTE:

Agências/NNH

AUTOR:

Brett Kavanaugh,

Brett Kavanaugh, próximo de Donald Trump e por ele proposto, foi confirmado para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos, pela maioria dos senadores, com 50 votos a favor e 48 contra, numa sessão temporariamente interrompida por protestos, este sábado.
A luz verde dada pelo Senado põe, aos 53 anos, o juiz conservador escolhido por Donald Trump a um passo de assumir um cargo vitalício. O presidente norte-americano já se congratulou com o desfecho da votação.

O resultado da votação veio confirmar as intenções de sexta-feira, em que a candidatura do juiz tinha sido aprovada com 51 votos a favor e 49 contra.

O nome de Brett Kavanaugh foi objecto, na última semana de intensa polémica devido a alegado abuso sexual. Uma investigação do FBI que não deu como aprovadas as acusações sobre Kavanaugh e deixou de fora testemunhos como os do juiz, ou de Christine Blasey Ford.
Pelos direitos das mulheres, o movimento Women’s March concentrou, este sábado, centenas de manifestantes junto ao Senado, em Washington. Na passada quinta-feira, 300 pessoas foram detidas em protestos contra a nomeação de Brett Kavanaugh.

A sociedade norte-americana dividiu-se novamente em torno deste caso e o Presidente Trump enfrentou uma situação difícil, da qual se saiu bem “à sua maneira”. E o que favorece mesmo Trump é a melhoria da situação económica norte-americana, designadamente o emprego, que se encontra a níveis elevados.

Partilhe esta notícia

Artigos relacionados