Euro baixa com resistência de Itália em baixar o défice

O euro baixou ontem face ao dólar, depois de o Governo italiano ter reiterado que vai manter as linhas gerais do orçamento para 2019

FONTE:

Lusa

AUTOR:

euro__

Cerca das 18h00 (hora de Luanda), o euro negociava a 1,1468 dólares, quando na sexta-feira à mesma hora negociava a 1,1515 dólares.

O Banco Central Europeu (BCE) fixou esta segunda-feira a taxa de câmbio de referência do euro em 1,1494 dólares.

O governo italiano indicou hoje à Comissão Europeia que mantém a sua proposta de orçamento para 2019, mesmo reconhecendo que a mesma “não está em linha com as regras do Pacto de Estabilidade e Crescimento”, como advertiu Bruxelas. Roma reafirmou uma previsão de défice para 2019 de 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB), o triplo do estimado pelo anterior Governo (0,8%), o que levou a Comissão Europeia a advertir, no final da semana passada, que o projecto orçamental contempla uma derrapagem orçamental “sem precedentes na história do Pacto de Estabilidade e Crescimento”.

Na sexta-feira à noite, a agência de notação financeira Moody’s anunciou que baixou o ‘rating’ de Itália, passando-o de “Baa2” para “Baa3”, o último nível da categoria de investimento. Num primeiro momento, o mercado de divisas acolheu positivamente estes dados, dado que a dívida italiana se mantinha acima da categoria lixo, mas a resistência de Itália em baixar os gastos voltou a pressionar os juros da dívida (3,52% para obrigações a dez anos) e o euro.

Os dois vice-primeiros-ministros populistas de Itália, Matteo Salvini, líder da Liga (extrema-direita), e Luigi Di Maio, líder do Movimento 5 Estrelas (antissistema) asseguraram no sábado que o país não quer sair da União Europeia nem do euro.

Partilhe esta notícia

Artigos relacionados