Angola vai emitir dívida no valor de 11,4 mil milhões de dólares este ano

A Standard & Poor´s, num relatório sobre a emissão de dívida na África Subsariana, prevê o valor que Angola deverá emitir este ano

FONTE:

Lusa

AUTOR:

Angola Luanda2

Angola, que no ano passado emitiu títulos de dívida soberana em moeda estrangeira no valor de 3,5 mil milhões de dólares, deverá aumentar esse valor este ano para 11,4 mil milhões de dólares, prevê a agência de rating Standard & Poor´s (uma das três entidades que classifica o risco da dívida soberana angolana) num relatório sobre a emissão de dívida na África Subsariana.

“A S&P Global Ratings projecta que os 18 países da África Subsaariana que analisamos contraiam empréstimos equivalentes a 55 mil milhões de dólares de fontes comerciais de longo prazo este ano, o que representa uma diminuição de 15,5% face a 2018”, lê-se no relatório enviado e investidores e citado pela Lusa. O documento lembra que a África do Sul, Angola e Nigéria são as maiores economias africanas e também os maiores emissores, tendo emitido quase 70% da dívida de toda a região.

“A emissão na região deverá manter-se, ainda assim, elevada, apesar da queda de 15,5%, uma vez que 2018 foi um ano recorde para as emissões de dívida em moeda estrangeira, no valor de 17,06 mil milhões de dólares, mais do dobro do valor emitido em 2017”, lê-se na documento.

“Prevemos que a África do Sul continue a ser o maior emissor em 2019, com 16,4 mil milhões de dólares, enquanto Angola deverá emitir 11,4 mil milhões de dólares e a Nigéria 9,3 mil milhões de dólares”, acrescenta o estudo.

No final deste ano, o total da dívida dos 18 países que a S&P analisa “deverá aumentar para 580 mil milhões de dólares, dos quais 446 mil milhões de dólares serão dívida comercial”, e o restante é concessional, ou seja, a taxas de juro mais baixas que as praticadas pela banca comercial.

Partilhe esta notícia

Artigos relacionados